domingo, 25 de setembro de 2011

Vettel está a um ponto do título

Fonte: formula1.com

créditos: formula1.com

A corrida de Cingapura em Marina Bay foi chata como sempre. O líder do campeonato de pilotos esteve todas as voltas na liderança da prova e apesar do Flap movel (asa móvel) e do Kers, tivemos poucas brigas nas outras posições. Só tivemos dois momentos "divertidos" nesta prova noturna. Dois acidentes. O primeiro envolveu o brasileiro Felipe Massa e o Inglês Lewis Hamilton. O primeiro defendia a posição quando o segundo tocou a asa dianteira direita no pneu traseiro direito do segundo. Os dois foram obrigados a parar nos boxes, um para trocar o bico, o outro para trocar o pneu furado. Hamilton ainda teve de cumprir um drive-through como punição pela manobra imprudente.

Mesmo com a punição, Lewis (que apesar de provavelmente ser o mais habilidoso da atual fórmula 1, tem sido muito afobado em algumas decisões durante a corrida e tem feito muita besteira) conseguiu terminar bem a frente de Massa (terminou em 5º enquanto o brasileiro ficou em 9º).

O outro acidente da prova foi entre o mexicano Sergio Perez e o alemão Michael Schumacher. Perez estava a frente das duas Mercedes e defendeu bem a posição para Rosberg, com Nico conseguindo uma audaciosa ultrapassagem. Logo após veio o multi campeão Schumacher, que estava muito mais rápido que o mexicano antes de uma curva para a direita e não conseguiu diminuir a tempo, terminando por tocar sua roda dianteira direita com a esquerda traseira do piloto da Suber, o que jogou Schumi por cima de Sergio, indo parar no muro. Este incidente foi julgado como normal em corridas e não houve punições.

Este acidente provocou a entrada do Safety-Car (o que manteve a tradição da prova de sempre ter uma entrada do carro de segurança na corrida) e mesmo assim Sebastian Vettel se manteve na ponta, sem ser ameaçado.

Bruno Senna largou em 15º e como nenhum dos dois carros da Renault se deram bem nesta prova, ele caiu lá pra trás e terminou na mesma posição em que largou, duas a frente de seu companheiro de equipe, o russo Petrov. Barrichello também não foi bem e terminou em 13º, atrás de seu companheiro, o venezuelano Pastor Maldonado (11º).

Button fez uma boa corrida, largou bem e assumiu a segunda posição para não sair de lá mais. Webber largou mal, mas no fim conseguiu completar o pódio. Alonso terminou em 4º e continua na briga pelo vice campeonato.

Confira o resultado final:
1º - Sebastian Vettel - Red Bull - 61 voltas - 1.59.06.757 - Grid 1 - 25 pts
2º - Jenson Button - McLaren - 61 voltas - Grid 3 - 18 pts
3º - Mark Webber - Red Bull - 61 voltas - Grid 2 - 15 pts
4º - Fernando Alonso - Ferrari - 61 voltas - Grid 5 - 12 pts
5º - Lewis  Hamilton - McLaren - 61 voltas - Grid 4 - 10 pts
6º - Paul Di Resta - Force India - 61 voltas - Grid 10 - 8 pts
7º - Nico Rosberg - Mercedes - 60 voltas - Grid 7 - 6 pts
8º - Adrian Sutil - Force India - 60 voltas - Grid 9 - 4 pts
9º - Felipe Massa - Ferrari - 60 voltas - Grid 6 - 2 pts
10º - Sergio Perez - Sauber - 60 voltas - Grid 11 - 1 pts
11º - Pastor Maldonado - Willians - 60 voltas - Grid 13
12º - Sebastien Buemi - Toro Rosso - 60 voltas - Grid 14
13º - Rubens Barrichello - Willians - 60 voltas - Grid 12
14º - Kamui Kobayashi - Sauber - 59 voltas - Grid 17
15º - Bruno Senna - Renault - 59 voltas - Grid 15
16º - Heikki Kovalainen - Lotus Renault - 59 voltas - Grid 19
17º - Vitaly Petrov - Renault - 59 voltas - Grid 18
18º - Jerome D'Ambrosio - Virgin - 59 voltas - Grid 22
19º - Daniel Ricciardo - Hispania - 57 voltas - Grid 23
20º - Vitantonio Liuzzi - Hispania - 57 voltas - Grid 24
21º - Jaime Alguersuari - Toro Rosso - 56 voltas - acidente - Grid 16
Ret. - Jarno Trulli - Lotus Renault - 47 voltas - + 14 voltas - Grid 20
Ret. - Michael Schumacher - Mercedes - 28 voltas - acidente - Grid 8
Ret. - Timo Glock - Virgin - 9 voltas - + 52 voltas - Grid 21

Com o resultado o alemão Sebastian Vettel precisa marcar só mais 2 pontos no campeonato para ser líder isolado ou  mais 1 ponto, que poderá empatar com o segundo colocado, ainda assim será campeão nos critérios de desempate. A chance dele ser campeão em Suzuka é tão grande que  se ele terminar em 9º e Button, Alonso e Webber abandonarem ou terminarem depois dele, o alemão conquistará o bi campeonato faltando 4 etapas para o fim da temporada.

O GP do Japão será daqui a 14 dias no dia 9 de outubro.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Siga este blog por e-mail