segunda-feira, 25 de junho de 2012

Alonso vence em Valência e se torna líder isolado do Mundial de Pilotos

Por incrível que pareça vimos uma boa corrida em Valência, o que foi inédito e aconteceu graças a abandonos inesperados e ao desgaste dos pneus. Vettel, Hamilton e Maldonado foram os três primeiros no treino de qualificação e obviamente do grid de largada, Grosjean e Räikkönen completaram os 5 primeiros. As duas Lotus eram a esperança remota de um 8º vencedor diferente nesta temporada, o que acabou não acontecendo.


#KobaMito foi o piloto mais criticado pelos brasileirinhos e a emissora detentora dos direitos de transmissão na TV aberta nacional, por ter tocado em Bruno Senna (que rodou e teve de ir para os boxes) quando brigavam por posições fora da zona de pontuação. O primeiro sobrinho foi parar na última posição, mas mesmo assim conseguiu terminar em 10º e marcar o único ponto da Williams no GP da Europa, graças a punição, injusta na minha opinião, dada a Pastor Maldonado, pelo acidente que acabou tirando Lewis Hamilton da corrida há duas voltas do final (pra mim a culpa foi do Hamilton - se fosse pra escolher um culpado). O piloto da Williams teve 20 segundos acrescentado ao seu tempo na corrida, o que o fez cair de 10º para 12º.
A outra "vítima" de Kobayashi foi Felipe Massa, que também "tomou" um toque do japa quando brigavam por posições intermediárias. Chegaram a dizer no twitter que o japonês deveria ser expulso da Formula 1, como se nenhum piloto brasileiro tivesse feito barbeiragem na principal categoria do automobilismo mundial. Só pelo motivo do nosso país ter tido pilotos campeões até o início dos anos 90, não temos o direito de achar nossos pilotos os melhores do mundo, nem melhores do que os de outros países. A atual geração está aí para provar que não temos os melhores pilotos e o descaso com que a CBA "comanda" as categorias nacionais e, o descaso dos administradores dos nossos autódromos (sem falar no assassinato de Jacarepaguá), me faz pensar que este cenário não mudará tão cedo. Chega de pachequismo!

Para a felicidade dos pachecos, Kamui foi punido e irá perder 5 posições no grid de Silverstone. Outro piloto que perderá posições no grid do GP inglês é Vergne, da Scuderia Toro Rosso. Ele tocou no carro de Kovalainen e perderá 10 posições.

Massa de pastel chegou em 16º, enquanto Alonso El fódon foi muito mais competente, e contou com alguma sorte, ela que normalmente premia a competência, já que Sebastian Vettel que liderava a prova com anos luz de vantagem para o segundo colocado, teve problemas com seu carro e acabou abandonando. Romain Grosjean que herdou a liderança da corrida (e fazia um ótimo GP), teve de abandonar na volta 40, ele também teve problemas com seu carro.

Fernando Alonso largou em 11º e fez boas ultrapassagens, brigou com Vettel e Grosjean pela vitória, teve sorte e venceu. Hamilton também deu show, pena que vacilou no final. Kimi e Michael fizeram um bom trabalho e herdaram o pódio. O alemão largou em 12º. Webber, Hulkenberg, Rosberg, di Resta, Button, Perez e Bruno completaram os 10 primeiros. Confira aqui o resultado final.



Print tirado após a corrida e antes das punições da FIA
A vitória em casa deu ao espanhol uma vantagem no Mundial de Pilotos de 20 pontos para o segundo colocado, o que transforma o ferrarista em favorito ao título mundial da temporada. A Red Bull lidera o Mundial de Construtores com 39 pontos de vantagem para a McLaren.


O fim de semana do GP de Silverstone vai do dia 06 ao dia 08 de julho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Siga este blog por e-mail