sábado, 28 de julho de 2012

Chega de sustentar as famílias Andradas e Bias Fortes! (parte 1)

O período das Propagandas Eleitorais para as Eleições 2012 está aberto e os candidatos a Prefeitura Municipal e a Câmara de Vereadores da cidade também já estão definidos. Pra variar os barões da Cidade das Rosas deixaram só um fraco candidato para ser a terceira opção e evitaram a entrada de mais concorrentes, garantindo assim a continuação do enriquecimento de um dos representantes das grandes famílias.


Muitos cidadãos barbacenenses se sentiram sem opções, pois a única maneira que restou para tentarmos livrar a nossa cidade dos clãs que impedem o crescimento de Barbacena é a anulação do voto para prefeito, já que 50% + 1 de votos nulos, anulam a eleição, obrigando a troca dos candidatos.

O problema é que a chance de isso ocorrer é miníma, já que o brasileiro prefere votar no candidato "menos pior" ou no "rouba mas faz". Infelizmente parece que Toninho Andrada deve ganhar, culpa da prima que conseguiu fazer um governo tão ruim quanto o do Martim. A campanha no rádio e os comícios ainda não começaram, o que pode mudar esta previsão.

Podemos não conseguir impedir a permanência das famílias no comando da cidade nesta eleição, porém podemos conscientizar o povo do mal que Andradas e Bias fazem para o nosso município.

__

Barbacena, Feudal ou Contemporânea?

Geraldo Braga

Desde sua campanha visando o cargo máximo da administração pública municipal, até a sua posse em janeiro de 2009, Danuza disse que traria a cidade de volta aos trilhos do desenvolvimento.

Em seu discurso de posse Danuza afirmava que seu governo se pautaria em privilegiar capacidade interna do município, estruturar os pontos de ônibus e construir abrigos decentes para os usuários do transporte coletivo, descentralizar o atendimento médico da Santa Casa e cuidar da infraestrutura do município, recapeando e recuperando as ruas do município, inspeção de bueiros e priorizar melhorias nas ruas em favor dos pedestres (Informações obtidas em O Democrata UOL Blog 30/05/2009).

Mas o que notamos infelizmente é o contrário, o discurso ficou muito longe de suas ações, pois em pouco mais de um ano de governo Danuza Bias Fortes ferindo uma de suas falas na posse, colocou no cargo de Diretor do Demae Eduardo Michel Jeha que é da cidade de Belo Horizonte, ou seja, não levou em conta a capacidade administrativa dos profissionais barbacenenses.

Prometeu também estruturar os pontos de ônibus do Município, colocando abrigos para o conforto dos usuários, não é preciso dizer que tal promessa não foi cumprida, ainda afirmou que descentralizaria os serviços de atendimento médico da Santa casa, mas as filas que se acumulam no local dizem o contrário.

Danuza disse que cuidaria de recapear e recuperar as ruas do município, mas a famigerada operação tapa-buracos ainda impera desde o início do seu mandato.

Barbacena vem sofrendo nestes últimos 8 anos um descaso com a coisa pública que as famílias Bias e Andradas patrocinaram no município.

Martim Andrada também levou o município a falência, desfazendo o patrimônio público e desprestigiando as tradicionais festas do município como a Festa das Rosas e a Exposição Agropecuária, que traziam para Barbacena muitos visitantes, que deixavam importantes recursos para a cidade e Danuza, dando continuidade ao desmanche de Martim, em seu primeiro ano de governo cancelou a importante Festa das Rosas.

As duas oligárquicas famílias não deixaram nenhum legado para o município além do ostracismo e do retrocesso.

A política de coronéis que praticam ainda hoje em pleno século XXI, que evidencia o desmando e o empreguismo para seus correligionário leva a cidade a decadência que todos presenciamos, encontra adeptos que nunca questionam o porquê da cidade que outrora era importante, hoje se encontra em situação de subordinação tanto para a cidade de Juiz de Fora, quanto para a cidade de São João Del Rey e até mesmo Conselheiro Lafaiete.

Toninho Andrada nos anos 90, administrava o município com promessas mirabolantes e propagandas enganosas, que iam desde a vinda de uma fábrica de Pneus que ele chegou até a lançar a pedra fundamental, passando pela construção do Distrito Industrial no qual seria implantada uma fábrica satélite da Mercedes Benz, e por último a mais badalada de suas ações que apesar de ser do conhecimento de todos, mas vale a pena lembrar, a famigerada "Obra do Século" que desde a sua conclusão apresenta em quase toda a extensão pontos de desabamentos.

Martim Andrada quando assumiu a prefeitura, teve seu governo pautado na interminável "obra" na Rua XV de Novembro (que aliás não foi concluída), nas nomeações de pessoas alheias ao município para dirigir importantes órgãos e autarquias que levaram ao sucateamento do DEMAE, para que pudesse "justificar" sua venda.

Se por ventura Danuza Bias Fortes ou Toninho Andrada alcançarem êxito em suas pretensões e voltarem a administrar o município, Barbacena perderá o pouco espaço que ocupa e deixará de ser uma cidade referência para se conhecida nacionalmente como o curral das famílias Bias e Andradas.

Toninho Andrada, afirmou em discurso de lançamento de sua candidatura a prefeitura que Barbacena sofre por falta de investimentos e que a cidade está descaracterizada e desfigurada, sem infraestrutura e que se eleito, teria o apoio do governador do Estado Anastasia e do Senador Aécio Neves para trazer importantes verbas para Barbacena. Só que esta descaracterização não aconteceu em apenas três anos e meio, isto já acontecia na gestão Martim Andrada e que na oportunidade Aécio era governador e no Senado havia Eduardo Azeredo, e apesar disso, a cidade não estava estruturada.

Mas o curioso nisto tudo, é que Toninho ignorou completamente que seu pai Bonifácio Andrada é Deputado Federal e que Lafayete Andrada é Deputado Estadual, mas não mencionou seus nomes para ajudar Barbacena, admitindo que a família não se importa com a cidade.

Danuza Bias Fortes e Toninho Andrada bem como seus familiares, já tiveram suas oportunidades de ajudar Barbacena e não o fizeram, caso contrário não usariam os mesmos discursos em suas pretensões.

Coronelismo não mais tem espaço na sociedade moderna, Barbacena precisa de sangue novo, não é mais admissível que ainda hoje, depois de mais de 200 anos, ainda estamos entre Bias e Andradas.

Barbacena agoniza com estes desmandos e estas arcaicas e arbitrárias formas de governo, que só se via no Brasil imperial, que há muito tempo se libertou.

É hora de Barbacena se libertar.

Reaja Barbacena!

Diga não aos Bias Fortes!

Diga não aos Andradas!

(Fonte: Pág. 3 da edição de Julho de 2012 do Informativo Transparência Barbacena)

Um comentário:

  1. Bem que disseram que este tal de Toninho Andrada, já havia sido prefeito e que não fez nada além de se promover, esta da Fábrica de Pneus é como se ele chamasse todos nós de imbecis e ignorantes, pois contava que já haviam esquecido do teatro que ele promoveu na inauguração de tal fábrica. E Danuza com o slogan "Compromisso Renovado" é como se dissesse "não cumpri mais renovo minhas promessas..
    Fora Danuza Bias Fortes!
    Fora Toninho Andrada!
    Nulo Neles!!!

    ResponderExcluir

Siga este blog por e-mail