sexta-feira, 6 de junho de 2014

F1: Primeiro Treino Livre do GP do Canadá 2014

     As Red Bull, Ferrari, McLaren e Mercedes, além da Lotus, foram para a pista logo no início do treino livre, mas nenhuma delas marcou tempo. O primeiro a marcar tempo, já com 15 minutos de treino, foi Magnussen, da McLaren, com 1:23.249 e, melhorando na volta seguinte para 1:21.061. Aos 18 minutos de treino, Grosjean conseguiu o então melhor tempo com 1:20.919. Depois disso o próprio Magnussen o superou e até o Massa superou os dois com 1:19.575, o que durou até Hamilton acabar com a brincadeira, marcando 1:18.997.
     Aos 23 minutos de treino livre, 20 pilotos já haviam marcado tempo, sendo que a diferença entre o tempo do Hamilton para o 20º Erikson era de quase 7 segundos. Neste período do treino alguns pilotos já haviam passado reto na chicane anterior a reta de chegada. Dentre eles estavam Vettel e Bottas.
     Kamui Kobayashi, o #KobaMito, não participou do treino, pois em seu lugar treinou o americano Alexander Rossi em mais uma tentativa de emplacar um piloto deste país na Formula 1, desta vez com pouquissimas chances por ser na pequena Caterham. Rossi conseguiu um tempo melhor apenas do que o de seu companheiro (Ericsson), 1:24.203, 1s3 mais rápido.
     Com meia-hora de Practice One, Hamilton liderava seguido por Rosberg, Alonso, Vergne e Ricciardo. Button em 8º, seguido por Vettel, Bottas e Massa. Raikkonen era apenas o 16º. Com 32 minutos todos foram para os boxes.
     Onze minutos depois, Kvyat, da Scuderia Toro Rosso, foi o primeiro a voltar a pista, o então 20º colocado, conseguiu melhorar apenas dois segundos do seu tempo, subindo para a 18ª posição, 14 acima da de seu companheiro Vergne.
     Hamilton que até então havia dado apenas 9 voltas ainda liderava com o tempo de 1:18.088. Faltando 35 minutos para o final do treino, Jenson Button subiu para a terceira posição com 1:18.446, com Magnussen também superando o tempo de Alonso, que até aquele momento era o terceiro, ficando com o quarto posto.
     Em seguida, Bianchi, da Marussia, perdeu o controle do carro e bateu a roda traseira direita no muro da curva 4, quebrando a suspensão, e foi lentamente para os boxes. Fim de treino para o heroi da Marussia. Bianchi foi o primeiro piloto a marcar os primeiros pontos da equipe no GP de Mônaco.
   Após uma hora de treino, Fernando Alonso voltou para o terceiro lugar, seguido por Vettel com 1:18.131. Hamilton melhorou seu tempo em seguida para 1:17.254, com Alonso respondendo com 1:17.135.
     Faltando 21 minutos, Alonso assumiu a liderança com 1:17.238. Neste momento veio a notícia de que a Williams do Felipe Massa estava com problema no KERS e o brasileiro não voltaria a pista naquela sessão. Alguém lembra da propaganda da TV Globo, pouco antes da temporada começar, que dizia que com o Felipe Massa na Williams ele voltava a brigar por vitórias? #sqn


     Começou a chuviscar aos 18 minutos para o encerramento da sessão. Bottas conseguiu melhorar para o 5º tempo, dando esperanças a Felipe de que se a equipe conseguir preparar o carro a tempo do P2, Massa pode conseguir um bom tempo com seu carro.
     Com nove minutos para o fim, Ericsson superou o estreante Rossi, por 58 centésimos de segundo.
     Hamilton não conseguiu superar Alonso. Portanto o primeiro treino livre do GP do Canadá terminou com os seguintes pilotos nas 12 primeiras posições:

O resultado oficial dos 22 foi:
formula1.com
Mundial de Pilotos:

Mundial de Construtores:


Não sei se terei tempo para assistir aos próximos treinos e a corrida, porém é bom voltar a escrever para este blog.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Siga este blog por e-mail