quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Meu critério para votar no segundo turno

Fontes: http://epoca.globo.com/tempo/eleicoes/o-filtro/noticia/2014/09/principais-noticias-eleitorais-do-dia-11-de-setembro-de-2014.html e http://noticias.uol.com.br/erratas/2011/02/28/uol-economia-banco-lucra-quase-o-triplo-no-governo-lula-em-relacao-a-fhc-diz-consultoria.jhtm



É sério que teve eleitor achando que acabaria com a corrupção votando no Aécio? Pensaram que seria a escolha da "mudança" e que evitariam uma "Ditadura Comunista"? Segundo turno foi o voto do menos pior.

Alguns quiseram combater a "corrupção do PT" votando num partido que ficou famoso no fim dos anos 1990 e início dos anos 2000 pela figura do "egavetador geral da união". Viveríamos numa falsa extinção da corrupção, quando na verdade os casos estariam sendo abafados ou engavetados.

Essa "mudança" representava a eleição de um partido envolvido em mais casos de corrupção do que o PT (pelo menos em dinheiro público roubado), o partido das privatizações com promessas de melhora nos serviços (não precisa muito para compreender que os serviços de telefonia não melhoraram como o prometido, continuamos sendo desrespeitados como consumidores), se ao menos vendessem pelo que as estatais realmente valiam, mas não, sempre venderam a preço de banana.

Como pode um partido que vai "implantar uma Ditadura Comunista" fazer os bancos lucrarem como nem no governo FHC lucraram? Nunca um governo foi tão bom para a especulação imobiliária. Que partido comunista é esse que não consegue nem fazer Reforma Agrária? Tem alguma coisa errada nessa teoria.

A derrota do PSDB pode ser bom para Barbacena. Enfraquecendo a força política dos Andradas no próprio partido e consequentemente na política nacional e local. Os resultados mostram que eles não têm mais a mesma força sobre o feudo eleitoral. O único problema é a provável vingança que o prefeito deve fazer contra a cidade, não organizando a exposição dos próximos anos e o carnaval, além de não fazer as obras necessárias na periferia da cidade. Mas isso só provará que ele não merece o voto dos barbacenenses.

A mudança que muitos desejam não estava representada nos candidatos que chegaram ao segundo turno. Ela morreu no primeiro turno. O segundo turno, infelizmente, foi da escolha do menos pior. Acho que os que ainda tentaram escolher uma mudança ficaram representados na abstenção (pouco mais de 30 milhões), nos votos nulos e brancos (pouco mais de 7 milhões), que foram 26,10% do eleitorado brasileiro, são os únicos que preferiram não apoiar um  partido corrupto. Não os condeno. Acho até que foram mais coerentes do que eu.

A vitória apertada do PT significa que precisam trabalhar muito para tentar apagar as manchas da corrupção que encobrem o que fizeram de bom. Pelo bem do país espero que tenham entendido o recado das urnas. Para quem votou no PSDB dizendo que estava combatendo a corrupção, espero que deixem de lado o preconceito contra os nordestinos e essa ideia torta de "PT comunista" e sejam cidadãos de verdade, cobrando o quanto cobram do PSDB o tanto de honestidade que cobram do PT. É muito fácil apontar o dedo na sujeira do outro e jogar a sua para debaixo do tapete e ficar arrumando as desculpas mais esfarrapadas para a corrupção do PSDB. A corrupção não é exclusividade de um partido ou de outro, ela está impregnada em todos ou quase todos. Precisamos de uma reforma política para combater isso. Precisamos também de eleitores que fiscalizem os eleitos, mesmo não tendo contribuído para a eleição deste ou daquele político, afinal, nossos impostos bancam todos eles.

Nossa tarefa de cidadão não acabou no dia 26 de outubro. Ela continua com a cobrança e fiscalização de todos os eleitos.

O porta dos fundos representou bem meu sentimento ao votar no segundo turno:
https://www.youtube.com/watch?v=AiQMUhBPjTk&feature=youtu.be 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Siga este blog por e-mail